Um dos maiores desafios de toda e qualquer empresa hoje em dia é manter o nível de engajamento dos funcionários alto, durante todo o período que ele estiver trabalhando lá. Mas, quando olhamos para os chamados Millennials (ou Geração Y – aquelas pessoas que nasceram na metade dos anos 80 até finais dos anos 90), esse nível nunca esteve tão baixo – menos de 30% (de acordo com uma pesquisa da consultoria Deloitte). Por quê isso é um problema para as empresas?

 

Funcionários não engajados podem gerar um custo muito alto para qualquer empresa, pela queda em produtividade. E o problema não está apenas na redução do nível de trabalho, mas também nas taxas de retenção. Apenas 31% dos Millennials se vêem trabalhando na atual empresa além de 5 anos, de acordo com a Deliotte. E muitas vezes esse perfil de funcionário acaba saindo da empresa bem antes – 62% deles saem da empresa nos primeiros dois anos de trabalho.

Como resolver esse problema atraindo e engajando os profissionais dessa nova geração?

Listamos aqui 7 caminhos para a sua empresa seguir com esse objetivo:

  1. Trabalho com propósito: Ninguém vai negar o fato da compensação financeira ser um fator importante para qualquer pessoa escolher um trabalho. Mas, para os Millennials, um outro fator de igual ou maior importância é ter um trabalho significativo e com um propósito. Funcionários dessa geração que enxergam propósito no seu trabalho são 3x mais propensos a ficar na empresa por mais tempo. E ter um programa de política social corporativa não é o suficiente – eles procuram empresas que tenham esse propósito na natureza da atividade principal e no modelo de negócios.

 

  1. Evolução na carreira: O que acontece muitas vezes, que diminui a retenção dos Millennials, é que eles não deixam a empresa – eles deixam os seus chefes. Como garantir que seus melhores talentos não vão embora? Começando por oferecer a eles oportunidades para evoluir nas suas carreiras dentro da sua própria empresa. Pelo menos 51% dos Millennials estão preocupados por não terem as habilidades necessárias para serem bem sucedidos, então tenha certeza de que, junto com essas oportunidades, serão oferecidos treinamentos para, não apenas ajudá-los a subir de nível, mas também a serem bem sucedidos na nova posição.

 

Veja como fortalecer sua Marca Empregadora para atrair os Millennials com nosso eBook sobre Employer Branding. Baixe Grátis!

 

  1. Desenvolvimento profissional: Os Millennials não querem “gastar” seu tempo apenas recebendo o pagamento no final do mês. Eles querem investir esse tempo adquirindo novas habilidades e conhecimentos necessários para crescer tanto pessoal quanto profissionalmente. Essa geração enxerga o trabalho de uma maneira totalmente diferente das gerações anteriores. Eles priorizam satisfação pessoal e desenvolvimento profissional (o que encontram em poucas empresas) em relação a bônus financeiro e programas de previdência (benefícios mais comuns no mundo corporativo), por exemplo.

 

  1. Flexibilidade: Isso não é novidade para ninguém, mas flexibilidade é sim um fator atrativo para essa geração. Aquela história de ficar sentado das 9h às 18h dentro do escritório, o dia todo, parando apenas para almoçar já não seduz esses profissionais. Eles querem ter a flexibilidade de trabalhar em horários alternativos (entrar mais tarde e sair mais tarde, ou entrar mais cedo para terminar o expediente antes, por exemplo), fazer home office, sair durante o dia para resolver assuntos pessoais, etc. E com o uso da tecnologia (tanto de hardware quanto de software), fica mais fácil para qualquer empresa dar essa flexibilidade para seus funcionários.

 

  1. Equilíbrio entre vida pessoal e trabalho: Uma das principais diferenças entre os Millenials e as gerações passadas é que o trabalho não define eles. Família, amigos e fazer a diferença/ter influência sobre as pessoas ao redor são os grandes incentivadores para essa geração. 54% dos funcionários Millennials recusaram ou estão dispostos a recusar uma oportunidade de promoção para melhor gerenciar esse equilíbrio entre vida pessoal vs. trabalho. Para esse geração, equilíbrio não diz respeito à quantidade de horas trabalhadas em um certo dia, mas sim à produtividade alcançada.

 

  1. Inovação: Em geral, Millennials enxergam inovação como um fator fundamental em qualquer empresa – tão importante quanto a própria lucratividade. E isso é um grande fator de mudança para qualquer negócio. A Geração Y quer criar coisas novas e, como consequência, quer ser reconhecida por suas idéias. Os Millennials estão constantemente buscando empresas que dão todo o suporte e possuem inovação como fator chave de sucesso.

 

  1. Colaboração: Os Millennials são uma geração colaborativa. Eles tweetam, curtem, compartilham, fazem stories entre eles e com o mundo em geral com naturalidade. É de se imaginar que eles esperam um ambiente de trabalham que oferece as melhores ferramentas de colaboração? Garanta que sua empresa incentive isso, integrando com tecnologia, gerando uma cultura de colaboração entre todos os funcionários.

 

Lembre-se sempre, os Millennials, naturalmente, não querem ficar pulando de empresa e empresa, mas eles mudarão de emprego caso não enxerguem muitos motivos para ficar. Quando eles percebem que suas crenças e objetivos não estão sendo alcançados, e enxergam uma nova oportunidade em outro lugar, eles terão todos os incentivos para ir atrás. Pense e reflita sobre os principais fatores que geram engajamento e retenção dos Millennials e invista ainda mais tempo implementando todas essas ações. Vale a pena.